Lista | Top 25 - Os livros da minha vida | Soraya

#Soraya


Se tem uma coisa que eu gosto de fazer para passar o tempo, essa coisa é lista. Sei que existe uma porção de outras coisas mais interessantes, mas eu não consigo evitar. Quando vejo, estou organizando uma lista com todos os livros que li na vida, os que li em 2014, os que lerei em 2015, os livros que pertencem hoje à minha coleção, etc, etc, etc...
O número 25 é pura e simplesmente a minha idade, achei que esse seria um número menos arbitrário e suficiente para caber todos os livros que precisam estar nessa lista.
Antes de começar, quero deixar claro algumas coisas:

- Não colocarei no livro séries e livros avulsos dos quais eu tenha desistido, pois esses casos eu vou retomar, como o último livro da série "Divergente" da Veronica Roth e "O mundo de Sofia".
- A lista está subdividida em várias categorias, sendo uma delas os 5 piores livros da minha vida, colocados em ordem alfabética, porque seria impossível admitir uma ordem de importância ou data de leitura.
- Na lista, as séries que li aparecerão como um livro único, portanto, todos os livros dessa série estarão inclusos.
- Para quê se dar ao trabalho de fazer uma lista de "piores"? Porque mesmo os livros que não gostamos ajudam a formar nosso caráter... #FicaDica

Sem mais, vamos à lista:

~ * ~

A - Infanto-juvenil + Jovens e adultos:


1) A bolsa amarela - Lygia Bojunga Nunes

A bolsa amarela tem vários bolsos. Em cada um deles ela guarda um amigo, digamos, inusitado - um clipes, um guarda-chuva e um galo de briga. Nos demais bolsos, Raquel guarda suas três vontades: 1 - ser grande, 2 - ser menino, 3 - ser escritora. A imaginação da personagem principal, suas vontades e até seu nome (que é o nome da minha irmã), fizeram com que eu me identificasse imediatamente com ela e sua história. Um livro inesquecível e apaixonante.

2) O fantástico mistério de Feiurinha - Pedro Bandeira

"__ Príncipe? Que príncipe? O meu príncipe?
__ Não, o meu Príncipe Encantado!"

3) Os Karas - Pedro Bandeira

"O avesso dos coroas, o contrário dos caretas" - Cinco amigos do colegial se unem para desvendar crimes. Miguel é o líder, Crânio, a mente, Cadú, o ator, Magri, o coração, e Chumbinho, a bondade.

4) A culpa é das estrelas - John Green [Resenha]

~ * ~

B - Clássicos da literatura:


5) A moreninha - Joaquim Manuel de Macedo

Devo ter lido duas vezes esse livro e, vale dizer, nunca foi pedido em nenhuma lista escolar. É delicado, bonito e simples. É ótimo para te ajudar a superar aquele trauma das aulas de literatura...

6) Cinco minutos - José de Alencar

Eu gosto desse livro, mesmo achando que ele é meio fantasioso. Eu sei, tem lá seus significados, mas você também pode ler despreocupadamente, para variar. Mais um livro lido sem a obrigatoriedade da escola.

7) Lucíola - José de Alencar

Apesar de ter sido pedido na aula de literatura, eu me surpreendi com a história. Não que eu ame o final, mas... é um livro interessante.

8) Memórias de um sargento de milícias - Manuel Antônio de Almeida

Um dos meus favoritos. Leonardo é um personagem todo errado, mas é apaixonante, em sua malandragem.

9) O morro dos ventos uivantes - Emily Brontë

Tentei ler duas vezes, até finalmente conseguir atravessar a barreira do "narrador chato". É um pouco confuso porque, apesar de ter um narrador principal, ele repassa para o leitor histórias que outras pessoas lhe contaram, e são várias pessoas. O livro é dividido em duas partes, contando a história de amor de duas gerações de uma mesma família. Vale a pena seguir em frente na leitura!

10) Orgulho e preconceito - Jane Austen [Resenha]

11) Os ratos - Dyonelio Machado

Esse livro me marcou porque foi a primeira vez que li um livro em dois dias. Eu não conseguia desgrudar os olhos, estava torcendo para que o personagem principal conseguisse pagar sua dívida com o leiteiro e fiquei com muita raiva de todo mundo, menos dele e da esposa.

12) Senhora - José de Alencar

Hoje em dia, talvez a história não seja grande novidade, mas... é uma história sobre "vingança feminina" contra um homem que a desprezou quando ela era pobre... vale a leitura, também.

~ * ~

C - Distopia:


13) 1984 - George Orwell

Li no segundo ano da faculdade e não consegui esquecer a história, que é crua e fria do começo ao fim. A tensão passa do personagem para o leitor, e é preciso nervos de aço para chegar ao fim. Perfeito.

14) Jogos Vorazes - Suzanne Collins [Resenha]

~ * ~

D - Fantasia:


15) A Torre Negra - Stephen King [Resenha]

16) As crônicas de Gelo e Fogo - George R. R. Martin [Resenha livro 1] | [Resenha livro 2] | [Resenha livro 3]

17) As crônicas de Nárnia - C. S. Lewis [Resenha]

18) Entrevista com o vampiro - Anne Rice

Meu primeiro livro sobre vampiros! No começo, foi difícil aturar Louis e sua melancolia interminável, mas depois que Cláudia surge na história, todo o livro fica mais interessante e é impressionante a capacidade da autora em fazer o leitor sentir a mesma coisa que o personagem principal. E que alívio quando Louis finalmente, finalmente, faz valer sua vida imortal!

19) Harry Potter - J. K. Rowling

Dispensa comentários, porque foi quem me inseriu no mundo da literatura fantástica, porque cada livro é melhor e mais maduro que o anterior, porque o fim é digno, porque a autora é incrível, porque é Harry Potter e porque nada conseguiu superar isso.

20) O Senhor dos Anéis - J. R. R. Tolkien

A leitura dos três livros teve seus altos e baixos. Baixos: Tom Bombadil, viagens intermináveis, descrições enormes, Sam e Frodo... Altos: Aragorn, Peppy, Merry, Legolas... Mas a história é incrível e é um livro que merece ser lido.

~ * ~

E - Os piores livros da minha vida:


21) Cinquenta tons de cinza - E. L. James [Resenha]

22) Crepúsculo - Stephenie Meyer [Resenha]

23) Luxúria - Eve Berlin

Não vou me prolongar muito nesse. É ruim.

24) O lado bom da vida - Matthew Quick [Resenha]

25) Onze minutos - Paulo Coelho

Foi meu primeiro livro do Paulo Coelho. E possivelmente o último.

~ * ~

Ana Bárbara, minha amiga, você está convocada a fazer sua própria lista, viu mocinha? E não me ignore!!!

Comentários

  1. Engraçado... não consigo pensar em 25 livros que li... Claro, somando cada volume de cada série, seria diferente... mas também seria trapaça...

    Fico feliz que "O senhor dos aneis" esteja na sua lista... Significa que foi um bom presente. ^^ Mesmo não estando na minha lista... rsrsrs

    Um beijo, minha amiga... E até um dia...

    ResponderExcluir
  2. "O Lado Bom da Vida" na lista de piores me surpreendeu porque eu vi o filme e fui ler a sua resenha pra entender o motivo... e meio que entendo seu ponto, acho.

    Fiquei me perguntando se a repetitividade enfadonha do livro talvez seja um recurso que o autor tenha utilizado para demonstrar o processo do psicótico em tratamento mesclado à tendência paranóica, mas precisaria ler também para saber.

    Eu me identifiquei bastante com sua lista e essas capinhas dos livros da Jane Austen (edição de bolso) são muito lindas, dá vontade de ter todos! Tô lendo "A Abadia de Northanger"!

    Adorei os clássicos da lista, a overdose de José de Alencar (sem Iracema, ufa), e adorei a turma da fantasia. Até hoje só li os antigos do Stephen King, mas foi um incentivo para ler "A Torre Negra".

    ResponderExcluir
  3. Barbara, o problema com "O lado bom da vida" é que é chato. Há milhares de formas diferentes de descrever uma mente perturbada, muito mais interessantes que a que Matthew Quick escolheu. Algumas passagens são até divertidinhas, mas para mim não compensaram as partes ruins. De qualquer forma, recomendo a leitura para que decida por si mesma. Sei de um monte de gente que gostou.

    Eu queria ter a coleção completa dessas capinhas da Jane Austen *-* E já decidi que vou ler todos os livros disponíveis dela :D

    Eu não tinha reparado em quantos livros de José de Alencar eu tinha lido e gostado, até fazer essa lista. Eu li uma versão resumida de "O Guarani", e foi até legal. Preciso criar coragem para ler a versão original...

    E sobre Stephen King... eu não sou muito fã do gênero terror, mas eu não consigo desgrudar os olhos das histórias dele. Elas têm um fascínio bem estranho e absurdo. É uma leitura que deve ser conhecida.

    ResponderExcluir
  4. "O Guarani" dá vontade de ler, apesar do professor de literatura adorar zoar esse tipo de escrita... só Iracema que traumatizou, mesmo.

    Mas pretendo Lucíola e Senhora... "O Lado Bom da Vida" deu preguiça. :D

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Série | Resenha | Between - Primeira temporada

128 | Filmes assistidos | 6 - 10

Livro | Resenha | Os três mosqueteiros - Alexandre Dumas