Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

Livro | Resenha | A culpa é das estrelas - John Green

Imagem
Mais um livro lido na série “todos estão lendo, então quero saber do que se trata”. É uma citação desse livro aqui, outra ali, e já tem até data de estréia no Brasil da adaptação para o cinema. Logo, vocês já devem saber que é um sucesso. Mas o que isso realmente significa? Muitas coisas fazem sucesso hoje em dia. Todos os livros que li nos últimos três anos tinham a inscrição “Best seller no New York Times”, o que agora posso dizer por experiência, não é sinônimo de qualidade. Trata-se de um livro Y/A, young-adult ou, ainda, Jovem-adulto, público alvo que tem recebido bastante atenção do mercado publicitário nos últimos anos. Isso porque os fãs de Harry Potter e Crepúsculo cresceram e as editoras estão interessadas em fisgar esses leitores e sua tendência a amar incondicionalmente uma série. Vale dizer que “A culpa é das estrelas” pode até ter o mesmo público alvo, mas não tem elementos fantásticos, nem faz parte de uma série. É um livro solo, narrado em primeira pessoa e bem simples d…

Divagando | Harry Potter, Romione e J. K. Rowling

Imagem
[Esse post pode conter spoiler]
            Harry Potter e os personagens secundários


Nunca morri de amores pelo protagonista, embora seja difícil não gostar dele. No fundo, acho que gosto dos underdogs, os perdedores, pessoas como Ron, Mione, Neville e Luna. Não que Harry seja uma pessoa feliz e sortuda, exatamente o contrário. A única família que lhe resta o odeia e ele passa boa parte da vida sem saber porquê, seus pais foram assassinados e desde que tinha apenas um ano de idade, tem sido caçado pelo bruxo das trevas mais poderoso que já existiu. É muito azar e tristeza para uma pessoa só. Sinceramente não sei como Harry conseguiu se manter depois do final deprimente de “A Ordem da Fênix”, parabéns a ele pela perseverança. Essas são as coisas que eu gosto em Harry, o fato de que, apesar de tudo, ele não desiste. Porém, Harry é o protagonista e isso lhe dá certas vantagens. Sim, eu acabei de citar as coisas ruins de sua vida e já estou falando das vantagens. Parece estranho, mas siga c…