Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

Livro | Resenha | Cinquenta tons de cinza - Trilogia Cinquenta tons 1 - E. L. James

Imagem
Pornô para mães
A primeira vez que ouvi falar do livro, eu não me interessei muito, pois foi logo com uma crítica nada positiva sobre ele. A segunda vez foi durante a leitura de um trecho, em que a pessoa que lia pra mim estava super animada e um pouco envergonhada com o que lia. No entanto, enquanto ela lia, eu me lembrava dos muitos “Sabrina”, “Bianca” e “Julia” que li no começo da minha adolescência. São aqueles livros de banca de jornal, romances açucarados, que tinham sempre, sempre mesmo, uma protagonista muito jovem (lá na casa dos dezoito anos), muito virgem (inexperiente até com beijo), muito independente (sempre com uma opinião e uma resposta na ponta da língua), e muito incapaz de se livrar dos braços do homem mais velho (na casa dos trinta anos, não mais que isso, mas não menos de vinte e um). As mocinhas desses romances eram, em geral, cheias de valores e problemas, e conheciam aquele cara maravilhoso, que nunca, nunca mesmo, era simpático com elas, pareciam odiá-las sem …

Original | Conto | Uma noite - Ana Bárbara

Antes de qualquer coisa:Esse texto não é aconselhável para moralistas, homofóbicos e menores de 18 anos!Não tem nada explícito,pelo menos não que eu ache, mas não estou disposta a ouvir mimimi alheio por não ter avisado.

Para quem não sabe, jogo RPG. Não sou das mais viciadas por regras, mas gosto de criar as histórias dos meus personagens. 
O texto a seguir fiz nas últimas semanas para mais uma mesa na qual vou participar. O personagem foi criado por outro jogador, mas escrevi a história e mudei algumas coisas da versão original...
Bom, só para entender, essa história é para um jogo de Vampiro, e a personagem se chama Esther Garcia de Moros. Ela é uma judia espanhola, nascida em 1418, em Córdoba. A cena a seguir acontece em meados de 1444, na Itália, lugar para onde ela fugiu depois de uma revolta na Espanha que resultou na morte dos pais e em seu sequestro pelos mouros. Depois de ser violentada e forçada a viver como prostituta, Esther 'abraça' essa vida e consegue fugir num…

Livro | Resenha | Trilogia Jogos Vorazes - Suzanne Collins

Imagem
Esse texto pode conter spoilers acidentais.

Sinopse:

Era uma vez um país chamado Panem, localizado no território antes conhecido pelo nome de América do Norte, ou o que sobrou dela após a invasão da água sobre os continentes e outras inúmeras catástrofes naturais, como terremotos, vulcões e outras inconveniências provocadas pela ação do homem no Planeta Terra.

Panem é formado por 13 distritos mais a Capital, o centro do governo. Cada distrito é especializado em uma atividade de sub-existência, mas todo lucro e regalias fica restrito para a população da Capital, deixando o resto do país em miséria.

Após um levante rebelde iniciar no Distrito 13 (durante os Dias Escuros), a Capital exterminou aquela região e todos que viviam ali. Para lembrar a todos o seu poder de destruição e o destino certo àqueles que se oporem ao governo da Capital, é criado o Tratado da Traição, que institui, entre outras coisas, os Jogos Vorazes...


"O Tratado de Traição nos deu novas leis para garantir a paz e co…

Livro | Resenha | A guerra dos tronos - As crônicas de gelo e fogo 1 - George R. R. Martin

Imagem
BATISMO DE SANGUE E FOGO

Não, este não é um texto sobre a série Game of Thrones, da HBO, mas sim sobre o primeiro livro das Crônicas de Gelo e Fogo, ou A Song of Ice and Fire, em inglês, do tio avô George R. R. Martin. A Guerra dos Tronos é o primeiro livro das Crônicas e se preparem, porque vem mais seis depois desse e só cinco já foram publicados. 
Antes de ler o livro, ouvi muita gente comparando com Senhor dos Anéis. Li resenhas e críticas que diziam isso e falavam de Martin como o novo Tolkien. Sinceramente? Não achei nada disso!
"Meu Deus, essa mina tá louca, olha só o que ela escreveu!"; "Ca*****, fica quieta que você tá falando merda!"; "Vai se f****! Vai dizer que não gostou da p**** do livro e ainda vem pagar de inteligente escrevendo sua opinião de merda sobre ele!"
Para qualquer um que tenha pensado isso ou coisas parecidas e esteja com as mãos no teclado para me xingar nos comentários, calma! Primeiro, os livros das Crônicas estão no meu top &quo…

Livro | Resenha | Herdeiros de Atlântida - Filhos do Éden 1 - Eduardo Spohr

Imagem
Filhos do Éden não é - como o autor faz questão de enfatizar - uma continuação de "A batalha do Apocalipse, seu livro anterior, mas se passa no mesmo universo. Na verdade, a história deste livro se passa antes, nos tempos atuais, enquanto ABDA se passava lá para 2016 ou 2020 ou qualquer ano depois das olimpíadas no Rio de Janeiro.
O personagem principal da história anterior, no entanto, faz uma pequena - pequeníssima - aparição em um dos flashbacks, e logo some. Ainda bem, porque o heroísmo dele era meio enjoativo. Portanto, esqueça Ablon e Shamira, e dê espaço para Kaira, Denyel, Urakin e Levih.

Desde já quero deixar expressa aqui minha preferência pelo ofanin Levih. Ofanins são os anjos designados para cuidar dos homens e auxiliá-los, portanto, são os nossos queridos "anjos da guarda".
"Meu anjo da guarda, meu bom amiguinho, leve-me sempre pelo bom caminho"
Eu adorei o Levih. Não amei, porque, na verdade, começo a achar que o autor tem problemas ou má vontade…